UFCD 10759 Teletrabalho Banner
Partilhe esta formação

Partilhe com os seus amigos

Teletrabalho: uma nova realidade

O teletrabalho passou a ser um dado adquirido nas empresas. Muitas delas mudaram completamente a sua visão do teletrabalho e muitas vão passar a ter políticas internas mais amigas da conciliação da vida pessoal e profissional e com maior foco na escolha do colaborador em trabalho presencial ou remoto. Muitas vão ter menos escritórios e menos custos de contexto. Sabia que existem questões legais para ter colaboradores em teletrabalho? E que existem dicas e truques para ser eficaz em teletrabalho? Inscreva-se.

Programa

Pretende-se que os formandos, no final da ação, sejam capazes de:

  • Operacionalizar teletrabalho em equipas que nunca estiveram em teletrabalho;
  • Melhorar as práticas de teletrabalho - comunicação, produtividade, motivação em ambiente remoto.
  • Dominar as ferramentas-chave para transformar uma parte do espaço pessoal em profissional;
  • Dar a conhecer as recomendações de prevenção para os riscos profissionais;
  • Aplicar as regras básicas de organização para trabalhar em casa;
  • Identificar as ferramentas essenciais para otimizar o teletrabalho a partir de casa.

Colaboradores que se encontram ou vão encontrar em teletrabalho;

Profissionais que pretendem otimizar o seu desempenho e conhecer as ferramentas de teletrabalho disponíveis no mercado;

Líderes de equipas que gerem equipas em teletrabalho;

 

Requisitos:

  • Residentes no NUT II - Área Metropolitana de Lisboa;
  • Empregados: Habilitações mínimas ao nível do 9º ano;
  • Desempregados*: Habilitações mínimas ao nível do 12º ano.

*Pagamento do subsidio de alimentação no valor de 4,77€ quando a sessão for igual ou superior a 3 Horas diárias. 

Teletrabalho:

  • Conceito e caracterização em contexto tradicional e em cenários de exceção;
  • Enquadramento legal, regime, modalidades e negociação;
  • Deveres e direitos dos/as empregadores/as e teletrabalhadores;
  • Vantagens e desafios para os/as teletrabalhadores e para a sociedade.

 

Competências do/a teletrabalhador/a.

 

Pessoas, produtividade e bem-estar em contexto de teletrabalho:

  • Gestão da confiança;
  • Gestão da distância;
  • Gestão da informação, reuniões e eventos (à distância e/ou presenciais);
  • Formação e desenvolvimento de novas competências;
  • Transformação digital – novas formas de trabalho.

 

Desempenho profissional em regime de teletrabalho:

  • Organização do trabalho;
  • Ambiente de trabalho – iluminação, temperatura, ruído;
  • Espaço de e para o teletrabalho;
  • Mobiliário e equipamentos informáticos – condições ergonómicas adaptadas ao novo contexto de trabalho;
  • Pausas programadas;
  • Riscos profissionais e psicossociais;
  • Gestão do isolamento.

Verónica Arenga

Licenciada em Direito com especialidade em Direito Penal Económico e Europeu, esta formadora conta mais de 15 anos experiência profissional em advocacia. Desde 2008, que exerce em simultâneo as funções de formadora nas áreas de ética e legislação laboral, Deontologia e ética Profissional, Desenvolvimento Social e Pessoal e Cidadania e Empregabilidade.

Pré-Inscrição

Este é um projeto financiado pelo Portugal2020 que requer dados pessoais quer para receber a formação de forma gratuita quer para emissão do certificado de formação profissional

F0392: Teletrabalho

  • Teletralho
  • Organização
  • Trabalho Remoto
  • COVID-19
Início:
27-01-2021
Fim:
23-02-2021
Horas:
25
Modo:
Online
Preço:
Gratuita

Pré-Inscrição

Whastapp
Linkedin
Facebook